A Estória do VCC
Como identificar uma seita
Predestinação/Livre Arbitrio
Budismo
Catolicismo Romano
Confucionismo
Hinduísmo
Islamismo
Judaísmo
Taoísmo
Xintoísmo
A Família/Meninos de Deus
Adventismo
Candomblé
Católicos Carismáticos
Ciência Cristã
Congregação Cristã no Brasil
Cultura Racional
Espiritismo Geral
Espiritismo Kardecista
Feitiçaria
Hare Krishna
Igreja Messiânica
Igreja da Unificação - Reverendo Moon
LBV
Mormonismo
Nova Era
Racionalismo Cristão
Reencarnação
Satanismo
Seicho-No-Iê
Tabernáculo da Fé
Testemunhas de Jeová
Umbanda
Unicismo
Willian Soto Santiago
Maldição de Família
Teologia da Prosperidade
G12
Batalha Espiritual
Espirítos Territoriais
Cura Interior
 
 
 
 

O QUE SÃO AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ

   

Pr. Joaquim de Andrade

1. INTRODUÇÃO:

A Sociedade opera legalmente em mais de 200 países e territórios, tendo também obreiros em mais de 20 outros lugares onde a organização, excede grandemente o seu quadro de membros, e isto se torna evidente pela grande circulação de revistas e livros publicados pela Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados do Brooklyn, Nova York, a sede geral das Testemunhas de Jeová.

2. HISTÓRICO:

Fundada no início da década de 1870, nos EUA, a história das Testemunhas está dividida em cinco períodos que coincidem com os cinco presidentes que lideraram o movimento:

· Charles T. Russell (1852-1916)

· “Juiz” Joseph F. Rutherford (1869-1942)

· Nathan H. Knorr (1905-1977)

· Frederick W. Franz (1894- 1992)

· Milton Henchell

3. NO BRASIL

De acordo com a história oficial da Sociedade, os ensinos da Torre de Vigia chegaram a este país através de alguns marinheiros brasileiros que encontraram as Testemunhas de Jeová em Nova York em 1920. O primeiro representante da Torre de Vigia veio para o Brasil em 1922.

4. DOUTRINAS

As negações doutrinárias abrangem:

1.) Negação da Trindade

2.) Negação da deidade de Cristo (ponto de vista Ariano)

3.) negação da Personalidade do Espírito Santo (considerado como “força ativa de Deus”)

4.) Negação da imortalidade da alma humana (nas Escrituras a “imortalidade” se aplicaria ao corpo futuro do homem

5.) Negação do ponto de vista bíblico da Redenção (as Testemunhas de Jeová vêem a morte de Cristo como apenas a morte de um homem perfeito e como um “resgate correspondente”)

6.) Negação da ressurreição corporal de Cristo (as Testemunhas ensinam que Ele ressuscitou em espírito e se materializou em várias ocasiões para ser visto pelos Seus discípulos);

7.) Negação da salvação pela graça através da fé;

8.) Negação da salvação fora da sua organização;

9.) Negação da experiência do “novo nascimento” para todos (esta experiência, dizem eles, é somente para as “144 mil” Testemunhas da classe “ungida”);

10.) Negação da punição eterna dos perdidos (proclamam que o aniquilamento é o seu destino):

11.) Negação da volta visível e corporal de Cristo (a Sociedade diz que Cristo “voltou” invisível em 1914 e houve uma “ressurreição espiritual” invisível em 1918).

5. OUTRA CARACTERÍSTICA DOUTRINARIA

1.) A Bíblia não pode ser compreendida hoje sem a Sociedade;

2.) A transfusão de sangue é rejeitada – se uma Testemunha aceita recebe-la, poderá resultar em sua morte eterna:

3.) As Testemunhas recusam fazer o serviço militar, cantar o hino nacional e o juramento à bandeira – este último considerado um ato de idolatria;

4.) Os feriados e celebrações, como o natal, páscoa e aniversários são rejeitados como sendo de origem pagã:

5.) A atual volta dos judeus para a Palestina não é cumprimento da profecia. Israel foi colocado à parte e as promessas de Deus estão sendo cumpridas no “Israel Espiritual”, as Testemunhas de Jeová.

6. FALSAS PROFECIAS E CONTRADIÇÕES

· Datas marcadas para o Armagedom:

· 1914, 1915, 1918, 1925, 1941, 1975.

7. PROBLEMAS COM A MEDICINA

· Proibição de vacinas: 1931 a 1952.

· Proibição de transplantes de órgãos: 1967 a 1982.

· Proibição de transfusão de sangue: 1945 a.

2.1. BIBLIOLOGIA (DOUTRINA DA BÍBLIA):

"Meramente ter a Palavra de Deus e lê-la não basta para adquirir o conhecimento exato que coloca a pessoa no caminho da vida”. (A Sentinela, 01/12/91, p. 19);

A Bíblia não pode ser entendida sem a ajuda do Corpo Governante ou "escravo fiel e discreto” (a liderança mundial das Testemunhas de Jeová). Fundamentam isso em Mateus 24:45-47; Atos 8:27-38; 15:22, 28, 29 e Efésios 4:11, 12.

Refutação:

II Timóteo 3:15 — A Bíblia, única regra de fé e prática, é capaz de colocar a pessoa no caminho da vida – JESUS (João 1:45; 5:39, 46; Lucas 24:27, 44; João 14:6; Atos 4:12; 10:43; 16:30, 31; Romanos 10:9, 10);

2.1.2. TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO (VERSÃO DISTORCIDA DAS ESCRITURAS)

Gênesis 1:2 (força ativa, ao invés de Espírito Santo);

Lucas 23:43 (“Te digo hoje: Estarás comigo no Paraíso”, ao invés de “te digo que hoje...”);

Lucas 23:26 (estaca de tortura, ao invés de cruz);

João 1:1 (deus, ao invés de Deus);

Colossenses 1:16, 17 (acréscimo da palavra “outras”);

Tito 2:13 (acréscimo da preposição “do” entre o "Grande Deus e Salvador");

Hebreus 1:6 (prestem homenagem, ao invés de adorem), etc.

2.2. TEOLOGIA (DOUTRINA DE DEUS)

Jeová é um só, e não três. Somente Jeová é Deus (Deuteronômio 6:4);

Refutação

Deuteronômio 6: No hebraico há duas espécies de unidade:

a) composta (echad): Gênesis 2:24

b) absoluta (yachid): Juizes 11:34

Em Deuteronômio 6:4, a palavra é echad (ou achid), o que indica que na Divindade pode haver uma pluralidade.

Mt 3:16, 17: 28:19; João 14:26: 15:26; I Co 12:3-6; II Co 13:13; Ef 2:18; 3:1-5 14-17; 4:4-6; 5:18-20; I Pe 1:2; Judas 20,21.

2.3. CRISTOLOGIA (DOUTRINA DE CRISTO)

Ponto de vista ariano (Jesus é uma criatura) — Provérbios 8:22

É um anjo, o arcanjo Miguel (I Tessalonicenses e Judas 9).

Não é Deus como Jeová. É "um deus" (João 1:1, NM).

Refutação

1. Jesus é o Criador (João 1:3; Colossenses 1:16, 17; Hebreus 1:10 com 3:4);

2. Jesus e Miguel não são a mesma pessoa por duas razões:

· Daniel 10:13 com Colossenses 1:18 (Jesus tem a primazia; Miguel não tem); Mateus 4:10, 11; Marcos 1:25-27 e Judas 9 (Jesus tem autoridade absoluta sobre Satã; Miguel não tem);

3. Jesus é Deus como Jeová (João 1:1 – se fosse “um deus”, haveria politeísmo).

4. Outros textos sobre a divindade de Cristo: Is. 9:6 (cf. Is. 10:21), João 1:1,23 (cf. Is 40:3); João 8:58; 12:37-41 (cf. Is. 6:1-10); Hb 1:1-12 (cf. Sl. 102:25-27); Ap. 22:13.

2.4. PNEUMATOLOGIA (DOUTRINA DO ESPÍRITO SANTO)

O Espírito Santo é uma força ativa. A TJ escreve "espírito santo" ou força ativa de Deus.

Refutação

1. É Deus, como o Pai e o Filho (Atos 5:3-4);

2. É um ser pessoal (Atos 13:2; 10:19, 20; Efésios 4:30; João 16:14).

3. Outros textos sobre a personalidade do Espírito Santo: Mt 28:19; João 14:26; 16:13; Atos 10:19-20; Rm 8:26-27; I Co 12:11.

2.5 ANTROPOLOGIA (DOUTRINA DO HOMEM)

O homem não tem uma alma. Ele é uma alma (Gênesis 2:7)

A alma é mortal (Ezequiel 18:4)

O espírito é o "fôlego de vida" (Gênesis 2:7)

Refutação

1. O termo hebraico (nephes = alma), possui várias acepções: vida, ser, pessoa, criatura, etc.

2. O homem tem alma (Jó 14:22; 2 Reis 4:27; Salmo 43:5; I Tessalonicenses 5:23);

3. A alma após a morte (Gênesis 35:18; I Reis 17:22; Mateus 10:28; Apocalipse 6:9, 10);

4. O termo “alma imortal” não aparece na Bíblia, mas a idéia, sim (Mateus 10:28);

5. O espírito não é um "fôlego de vida": Daniel 2:1; Marcos 8:12; Atos 17:16; Romanos 8:16.

2.6. Soteriologia (doutrina da salvação)

A salvação é uma só; contudo, haverá duas esperanças: celestial e terrestre.

Para o céu irão somente 144.000 pessoas (Apocalipse [Revelação] 7:4; 14:3);

A “grande multidão” viverá na Terra (Salmo 37:29; Mateus 5:5; Apocalipse 7:9);

Refutação

1. A Bíblia apresenta uma esperança: a celestial (Ef. 4:4; I Pedro 1:3, 4);

2. A "grande multidão" também viverá no céu ["diante do trono"] (compare Apocalipse 7:9 com 7:11 e 14:1-3).

2.7. INFERNO (HADES E SHEOL)

Não é um estado ou local de tormento, mas a "sepultura comum da humanidade" (Sheol/Hades);

Para o "inferno" vão tanto os justos quanto os injustos, aguardando a ressurreição; neste ínterim, permanecem inconscientes ou num estado de inexistência;

Os que não merecem a ressurreição serão lançados na "geena" (= destruição eterna);

Satanás não será atormentado pelos séculos dos séculos.

Refutação

1. Sheol e Hades têm sido traduzidas por: morte, mundo ou mansão dos mortos, abismo, cova, sepultura, inferno, etc. O contexto deve determinar qual a palavra que será empregada: Jó 14:13; Gênesis 37:35; Isaías 14: 15; Apocalipse 1:18; 20:13.

2. A melhor tradução seria "mundo dos mortos" (bons e maus): Salmo 9:17 e Gênesis 37:35;

3. Lucas 16:19-31 (a um lado bom [seio de Abraão] e um ruim no mundo dos mortos);

4. A realidade do castigo eterno: Mateus 5:22; 13:42-50; 25:41, 46; Apocalipse 20:10; 21:8.

5. Outros textos sobre o castigo Eterno: Mt 25:46; 2Pe 2:17; Judas 13; Ap 19:20 com 20:10. A palavra grega basanidzo “atormentar” (Ap 20:10), em todo lugar em que aparece no Novo Testamento, fala de dor e sofrimento conscientes (cf. Mc 5:7; Lc 8:28: 2Pe 2:8; Ap 9:5; 12:2).

2.8. A RESSURREIÇÃO CORPORAL DE JESUS

· Não ressuscitou fisicamente, mas em espírito (I Pedro 3:16);

· Materializou-se, assumindo vários corpos: João 20:11-16 (Maria Madalena não O reconheceu); Lucas 24:15-18 (Os discípulos de Emaús não O identificaram).

Refutação

1. Ressuscitou fisicamente: Mateus 28:6 com João 2:19-22; Salmo 16:9, 10 com Atos 2:25-31; Lucas 24:39, 40; João 20:25, 27; I Timóteo 2:5;

2. Maria não O reconheceu porque estava escuro e abalada emocionalmente: João 20:1, 11;

3. Os discípulos de Emaús estavam impedidos de O reconhecerem: Lucas 24: 16 31.

4. Outros texto s sobre a ressurreição corporal de Cristo: Sl 16:9-10 (cf. Atos 2:25-31); Mc 16:6: Lc 24:3-8 (cf. João 2:19-22); Lc 24:36-43; Rm 8:11: I Co 15:15.


2.9. A VOLTA DE JESUS

Seria invisível (em Mateus 24:3 aparece "presença" e não "vinda", na NM);

Voltou em 1914. Seria visto com os "olhos do entendimento" (Ef. 1:18).


Refutação

1. JESUS não falou em "presença", pois sempre estaria presente: Mateus 28: 20; 18:20;

2. Sua vinda será visível: Apocalipse 1:7; Mateus 24:30.

3. Os "olhos do coração" nos levam a perceber nossa vocação celestial, e não a "presença" de JESUS: Efésios 1:18A

4. Segunda vinda visível de Cristo: Zc 12:10; Mt 23:39; 24:30; Atos 1:11; 1Tess. 4:16-17; Ap. 1:7.

   
   
 
 
 
CREIA ® Centro Religioso de Estudos e Informações Apologéticas -2005 - Desenvolvido por Paulo Roberto